05
Ter., Jul.
0 New Articles

Chefe da McLaren pede liderança mais forte na F1

Fórmula 1
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

O chefe da McLaren, Zak Brown, pediu nesta segunda-feira uma liderança mais forte na Fórmula 1 para reduzir o poder de equipes maiores e evitar que o auge do automobilismo se transforme em uma pantomima.

Em um artigo sobre o próximo ano no site da McLaren, Brown disse que alguns rivais estavam buscando "desculpas para aumentar o limite de custos e ganhar campeonatos mundiais com talão de cheques", enquanto também ganhavam vantagem com as equipes B.

Sem citar nomes, o americano disse que "às vezes parece que o esporte é governado por certas equipes" e que é necessária mais liderança da Fórmula 1, de propriedade da Liberty Media, e da FIA.

A FIA elegeu no mês passado um novo presidente, o emirado Mohammed Ben Sulayem, no lugar do francês Jean Todt, enquanto o italiano Stefano Domenicali assumiu no ano passado como executivo-chefe da Fórmula 1.

A temporada de 2021 terminou em alvoroço, com a Mercedes acusando o diretor de corrida Michael Masi de roubar a oitava coroa de Lewis Hamilton com uma mudança tardia no procedimento do safety car que favoreceu Max Verstappen, da Red Bull, que levou o título.

Tanto o chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff, quanto Christian Horner, da Red Bull, falaram no rádio com Masi durante a corrida e o futuro do oficial australiano permanece incerto, com alguns sustentando que sua posição se tornou insustentável.

Brown disse que o passado foi caracterizado por "um estilo de governança principalmente autocrático", uma referência a décadas sob o ex-supremo Bernie Ecclestone, e uma abordagem mais consultiva foi necessária para redefinir o esporte.

"Avançando, há uma necessidade de voltar a uma liderança e governança mais forte e diretiva no topo do esporte", disse o americano.

"Está claro que algumas das regras e sua governança não são aceitáveis ​​como as coisas estão."

Brown disse que as equipes contribuíram para inconsistências no policiamento dos regulamentos e votaram a favor de muitas das regras das quais agora reclamam.

Ele sugeriu que os eventos de Abu Dhabi, sujeitos a investigação pelo corpo governante, resultaram de falhas sistêmicas com "uma aparente falta de preparação para os eventos que se desenrolam e inércia temporária nas soluções".

"Foram as equipes que pressionaram para evitar a todo custo terminar as corridas com um carro de segurança", observou ele.

“São as equipes que estão usando a transmissão de mensagens de rádio para o diretor da corrida para tentar influenciar as penalidades e os resultados da corrida, a ponto de um chefe de equipe super animado jogar para a galeria e pressionar os oficiais da corrida.

"Isso não tem sido edificante para a F1. Às vezes, parece mais uma audição de pantomima do que o auge de um esporte global."


Fonte:da Redação e da supersport
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews