30
Qui., Nov.
0 New Articles

Nyusi considera favoráveis condições para regresso da Total

Economia
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

Presidente moçambicano diz que o projeto de exploração de gás no Rovuma da TotalEnergies pode ser retomado em breve. Filipe Nyusi considera que há transparência na gestão dos recursos, apesar das críticas da sociedade.

A produção de gás natural parou no norte de Moçambique por causa dos ataques armados. Em março de 2021, a TotalEnergies suspendeu as operações de desenvolvimento de gás natural na península de Afungi, mas Filipe Nyusi diz que já há luz

ao fundo do túnel.

"Temos estado a trabalhar assim em coordenação e em cooperação com a TotalEnergies e é muito favorável, o ambiente de trabalho também é favorável e contribui para que a qualquer momento possam retomar essa atividade", revelou hoje o chefe de Estado na 9ª. Conferência e Exposição de Mineração e Energia em Moçambique.

Filipe Nyusi considera Filipe Nyusi considera
Filipe Nyusi considera "muito favoráveis" condições para o regresso da TotalEnergiesFoto: Jemal Countess/UPI/newscom/picture alliance
Filipe Nyusi disse que o gás produzido pela Central Térmica de Temane e Pande, em Inhambane, deverá cobrir em 70% as necessidades de consumo no mercado interno.

O Presidente anunciou também que a riqueza produzida em Inhambane, através de um gasoduto que liga o país à África do Sul, já está a contribuir em um terço da capacidade de geração de energia em Moçambique.

"Estes recursos serão usados para a produção de 450 megawatts de energia com a implantação da Central Térmica de Temane, associada a respetiva linha de transporte e 30 mil toneladas de gás e petróleo liquefeito GPL, também conhecido como gás de cozinha", adiantou.

Benefícios para todos os moçambicanos?

O Presidente Nyusi afirmou ainda que os diversos recursos naturais que o país possui devem beneficiar todos os intervenientes.

"O nosso objetivo é promover a exploração dos nossos recursos naturais por forma a beneficiar o Estado, os investidores, as comunidades, o empresariado nacional e o cidadão em geral, criando um valor inclusivo e duradoiro e elevando os altos padrões de ética, direitos humanos e responsabilidades ambientais", disse.

Nyusi considera favoráveis condições para regresso da Total
02:26
O Governo tem sido criticado pela falta de transparência na gestão dos recursos naturais, mas o chefe de Estado contraria as acusações.

"Desde a fase de extração até à forma como as receitas são arrecadas pelo governo e como beneficiam os cidadãos. Por isso sentimo-nos um pouco mais à vontade porque estamos a ser universalmente fiscalizados e os resultados tem sido encorajadores", declarou Nyusi.

Retrocessos no índice de transparência

O economista Rui Mate, do Centro de Integridade Pública (CIP) Rui Mate, tem uma opinião contrária, já que o país retrocedeu no índice de transparência no setor extrativo, cuja terceira edição foi recentemente divulgada.

Rui Mate critica ainda a opacidade da petroquímica sul-africana Sasol. "O porém da Sasol é que eles não tem um website em português que tem toda essa informação. Eles ainda têm o website em inglês e eles ainda apontam desafios por ser empresa do grupo o que não podem ter e nós achamos que não pode ser assim", conclui.

 

 

Fonte:da Redação e da DW
Reeditado para:Noticias do Stop 2023
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus