"Erro imperdoável", ex-presidente do Real "detona" venda de Cristiano Ronaldo para a Juventus

"Erro imperdoável", ex-presidente do Real "detona" venda de Cristiano Ronaldo para a Juventus

Futebol
Typography

Presidente do Real Madrid por três anos – entre 2006 e 2009 -, Ramón Calderón não gostou nem um pouco da venda de Cristiano Ronaldo para a Juventus, fechada ao todo por 112 milhões de euros (R$ 505 milhões). Em entrevista à Gazzetta dello Sport, o

ex-mandatário chamou o ato do Merengue de “erro imperdoável”.
Para Calderón, mesmo que o Real venha a contratar um substituto, e na lista constam os nomes de Neymar e Kylian Mabppé, o clube espanhol dificilmente irá conseguir repor a saída de CR7, uma vez que o português tem qualidade única.

“É um erro imperdoável pelo qual o Real Madrid vai pagar um preço alto. As pessoas falam de Kylian Mbappé ou Neymar, mas estão muito longe do nível do Cristiano. Foi uma compra histórica há nove anos...(o Real Madrid) vai pagar por este erro. Cristiano é o número 1, por isso o dano infligido é enorme. O Cristiano recusou o contrato melhorado que Florentino (Pérez) lhe ofereceu no último instante. As razões para ir embora são emocionais, é um grande contrato para a Juventus”, afirmou o antigo presidente, que ainda acredita que o português terá muito sucesso com a camisa da Velha Senhora.

“O custo da operação é caro, mas será aliviado por patrocinadores e dinheiro de publicidade. Podia pôr o Cristiano ao mesmo nível que Alfredo Di Stéfano, Pelé e Cruyff. Consigo vê-lo com outros troféus nos próximos anos e terá de ser considerado seriamente para a Champions League”, completou.


Fonte:da Redação e Por FOX Sports
Reditado para:Noticias do Stop 2018
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS