Transação interbancária do kwanza aumenta em 83,12%

Transação interbancária do kwanza aumenta em 83,12%

Economia
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

O mercado monetário interbancário observou um aumento de 83,12% dos montantes transaccionados, no mês de Janeiro de 2018, face a Dezembro de 2017, informou o Banco Nacional de Angola (BNA), no seu balanço divulgado recentemente.Face à

variação positiva de 83,12%, o fluxo dos montantes transaccionados, em Janeiro de 2018, ficaram totalizados em cerca de 1,2 biliões Kz, explica o BNA, nas vestes de autoridade monetária, no relatório de Janeiro de 2018.
Desta forma, a taxa luibor na maturidade overnight aumentou em 1,68 pontos percentuais (p.p), face a Dezembro de 2017, esclarece o BNA. O crescimento da procura por liquidez no mercado monetário interbancário “é justificado pelo aumento dos montantes necessários para o cumprimento das reservas obrigatórias em numerário conforme determinado pelo instrutivo n.º06/2017 de 01 de Dezembro”, esclarece o BNA no balanço. Já a redução da oferta no mercado monetário interbancário é justificada pelas limitações impostas ao acesso dos bancos dos bancos de desenvolvimentos, determinadas pelo instrutivo n.º 04/2018 de 19 de Janeiro, esclarece o órgão chefiado por José Massano.
O BNA também informa que o M2 em moeda nacional variou negativamente em 95,82 mil milhões Kz em Janeiro de 2018, ao passar de cerca de 4,5 biliões Kz, em Dezembro de 2017, para 4,4 biliões Kz, em Janeiro de 2018, o que “corresponde a uma diminuição de 2,12%”.

Queda dos depósitos

O balanço do BNA aponta ainda para uma contracção, em termos reais, dos depósitos totais do sistema bancário ; 14,22%, face a Dezembro de 2017 e de 13,29,relativamente a Janeiro de 2017. Seguindo ainda o mesmo balanço, em termos nominais, os depósitos totais aumentaram 7,27%, face a Dezembro de 2017 e 8,44% em Janeiro de 2017; “pelo que a expansão dos depósitos deveu-se sobretudo ao efeito cambial”.
“Realça-se que, no mês de Janeiro de 2018, houve alterações significativas nas condições de financiamento do sector bancário em algumas maturidades, ao contrário do que se observou ao longo dos últimos meses”, diz o balanço.

Crédito em baixa

Em termos reais, segundo o banco central, no balanço, observou-se uma expansão de 0,49% no crédito em moeda nacional, face a Dezembro de 2017, “mantendo-se abaixo dos níveis registados em 2017, como se verifica pela contracção de 12,65%”, comparativamente a Janeiro de 2017, “que se deve ao efeito do ajustamento cambial”.

Taxas de juro aumentam

As taxas de juro (em Kwanza) praticadas nas operações activas ao sector empresarial aumentaram em todas as maturidades, “destacando-se a maturidade a mais de 1 ano, cuja taxa se fixou em 22,63%, mais 6,69 p.p.Para as taxa de juro (em Kwanzas) praticadas nas operações passivas aumentaram na maturidade dos 181 dias a 1 ano, situando-se em 7,11% , mais 2,83 p.p. “e na maturidade de 91 a 180 dias, mais 1,43 p.p.
o balanço refere ainda que as maturidades de até 91 dias e mais de 1 ano (Kz) diminuíram, fixando-se em 6,13%, menos 1,05 p.p e 8,86, menos p.p, respectivamente. O “aumento nas taxas de juro activas reflecte o aumento dos custos de financiamento no mercado monetário interbancário”, afirma o banco central.

Base monetária contrai

A base monetária em moeda nacional contraiu 9,15% em Janeiro de 2018, face a Dezembro de 2017, diz BNA, no balanço divulgado recentemente.
O BNA, nas vestes de regulador, explica que a contracção da base monetária “deveu-se principalmente ao efeito negativo das operações cambiais (9,96%), cujo impacto foi potenciado pela depreciação da taxa de câmbio”. Explica também que a contracção da base monetária reflectiu-se na redução das notas e moedas em circulação em 13,91% e das reservas bancárias em 0,84%, informa o BNA.
O relatório ilustra ainda que as operações monetárias tiveram também um efeito contraccionista de 4,22%, enquanto as operações fiscais tiveram resultado expansionista de 4,22%.

As divisas

Em Janeiro de 2018, 0 BNA vendeu 998,4 milhões USD aos bancos comerciais, contra os 689,67 milhões USD vendidos no mês de Dezembro de 2017, o que corresponde a aumento de 44,77%. Em termos homólogos, o balanço aponta que se registou uma diminuição de 53,87%, devido à acentuada venda de divisas, 2.164,87 milhões. “Do total das vendas, cerca de 42,7% foram alocados para o sector dos bens alimentares, sendo que os leilões para diversos sectores corresponderam a 360,63% da afectação”, aponta o balanço do BNA, referente a Janeiro de 2018

 

Fonte:da Redação e Por angonoticias
Reditado para:Noticias do Stop 2018