Jornal norte-coreano diz que ação dos EUA aumenta chance de guerra nuclear

Asia Setentrional e Central
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

A mídia estatal da Coreia do Norte condenou duramente o último teste de bombardeios conduzido pelo exército dos Estados Unidos na Península da Coreia, chamando-o de um movimento perigoso que aumenta o risco de uma guerra nuclear.


Os comentários do jornal Rodong Sinmun, do partido no poder, acusou, neste domingo (9), os EUA de conduzir "provocações militares imprudentes" e disse que o perigo de uma guerra nuclear está chegando ao extremo.
Dois bombardeiros da Força Aérea dos EUA conduziram treinamentos com armas na Coreia do Sul, na sexta-feira (7). Caças sul-coreanos se uniram ao treinamento e aeronaves japonesas sobrevoaram o Mar da China Oriental junto com os bombardeiros.
O treinamento foi uma resposta ao teste de um míssil balístico conduzido pelos norte-coreanos no dia da Independência dos EUA. Autoridades militares norte-americanas dizem que a missão com os bombardeiros foi uma demonstração defensiva de força e unidade.

 

 

 

 

 


Fonte:da Redação e Por Estadão Conteúdo
Reditado para:Noticias do Stop 2017
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP