19
Qua., Dez.
17 New Articles

«Estamos a gastar 1.000 milhões USD para importar carne»

«Estamos a gastar 1.000 milhões USD para importar carne», diz José Severino

Angola
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

A nova pauta aduaneira prevê um agravamento da taxa de importação de carne, como forma de encorajar aprodução nacional, adianta o presidente da Associação dos Industriais de Angola (AIA), José Severino. 

Segundo o responsável, esse aumento deverá poupar 200 milhões de dólares ao país, que gasta de 1.000 milhões USD anuais em carne importada. 

Para José Severino, o agravamento da taxa de importação de carne poderá impulsionar uma necessária mudança, no sentido da aposta na produção nacional. 

"Estamos a gastar 1.000 milhões de dólares para importar carne", contabiliza o presidente da AIA, sublinhando que "não há nenhum país em África" que gaste tanto. 

Segundo o responsável, em declarações à Rádio Nacional, o encargo não se justifica tendo em conta que "o nosso rácio entre gado existente e população é o maior de África". Apesar disso, José Severino nota que o consumidor angolano continua a privilegiar a compra do produto importado emdetrimento do nacional, apelando por isso a uma mudança de mentalidade.

 

 

 

 

 

 

Fonte:Angonoticias.com

Reditado para:Noticias Stop 2016