Adobe Flash volta a dar sinais de vulnerabilidade

Adobe Flash volta a dar sinais de vulnerabilidade

Segurança
Tools
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Windows, Mac e Linux, o flash player do Google Chrome e Microsoft Edge. Não há nenhum que escape às vulnerabilidades detectadas pela Adobe no Flash.A desfasada plataforma teve mais uma vulnerabilidade encontrada, falha está presente em todas as

versões do Flash. logo à partida, aquela fonte revela que a melhor maneira de se proteger contra as vulnerabilidades do Adobe Flash é a seguinte: desinstale qualquer traço dele no seu computador. Não deixe o Flash instalado por um longo tempo na máquina e só use se for extremamente necessário. A Adobe já confirmou a vulnerabilidade (CVE-2018-4878) e alertou que todas as versões até a v28.0.0.137 são afetadas. Ainda, a companhia avisou que vai soltar um patch de correção até o dia 5 de fevereiro.
O Flash Player está instalado atualmente em milhões de computadores e dispositivos móveis com acesso à internet e também é compatível com plataformas 64 bits. Além de permitir a visualização de conteúdo multimídia, como vídeos, através do navegador, o plugin também permite a execução de aplicações Web. testes já no segundo trimestre de 2018. Por isso, podemos estar mais próximos de ver o novo pacote de produtividade do que se imaginava anteriormente.

 

Fonte:da Redação e Por maistecnologia
Reditado para:Noticias do Stop 2018
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão