Carro autónomo da Uber viu mulher antes de a atropelar mortalmente, mas ignoro

Carro autónomo da Uber viu mulher antes de a atropelar mortalmente, mas ignoro

Personal Tech
Tools
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

O carro autónomo da Uber, responsável pelo atropelamento mortal de uma mulher, em março, no estado do Arizona, nos Estados Unidos, conseguiu detetar a vítima, mas decidiu ignorá-la.


A informação é avançada pelo The Information, que revela que o incidente se tratou de uma falha no software que decide a reação do veículo perante os obstáculos detetados.
A própria Uber, que se encontra a investigar o caso, revelou que os sensores do veículo detetaram a presença da vítima a atravessar a passadeira, mas o automóvel avançou sem qualquer recurso aos travões.
Após o acidente, a tecnológica viu-se obrigada a suspender todos os testes que se encontrava a realizar com carros autónomos por motivos de segurança.


Fonte:da Redação e Por maistecnologia
Reditado para:Noticias do Stop 2018
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão