13
Sáb., Ago.
0 New Articles

INGC DISTRIBUI ALIMENTOS ÀS FAMÍLIAS ASSOLADAS PELA FOME EM MACOSSA

Estima-se que 1.500 famílias perderam as suas culturas devido a seca cíclica que atinge o distrito desde finais do ano passado

Manica
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

O Instituto Nacional de Gestão das Calamidades, INGC, iniciou a distribuição de produtos alimentares às famílias assoladas pela fome na sequência da seca que afecta o distrito de Macossa, na província de Manica.

 

Estima-se que 1.500 famílias perderam as suas culturas devido a seca cíclica que atinge o distrito desde finais do ano passado. Vastas áreas de produção com culturas diversas são dadas como perdidas, deixando famílias em situação de insegurança alimentar.

O técnico do INGC em Manica, Vernito Gonga, disse que, numa primeira fase, foram abrangidas duzentas famílias que, no entanto, receberam produtos alimentares.

Nesta fase, o governo alocou três toneladas de farinha de milho, 100 litros de óleo alimentar, quantidades não especificadas de açúcar, feijão e sal para atender aos necessitados.

Nos próximos dias mais famílias serão abrangidas pelo processo de distribuição de comida. 

A nossa fonte explicou que Macossa constitui preocupação dada a situação que é considerada grave. 

Muitas famílias recorrem a frutos silvestres e raízes de tubérculos para matar a fome. Outras abandonaram os seus locais de residência e campos agrícolas para regiões baixas a procura de condições para produzir alimentos. 

“A situação de Macossa é complicada. A fome está a tomar contornos preocupantes a cada dia que passa. Muitas famílias vivem de frutos silvestres e raízes de tubérculos. Toda a produção da primeira época da presente campanha agrária está perdida. O que estamos a fazer é apoiar as famílias. O processo vai continuar apesar de estarmos a atravessar algumas dificuldades na aquisição de produtos. Mas acreditamos que todos serão cobertos pelo programa que visa minimizar o sofrimento da população”, assegurou Gonga.

Segundo o técnico, a distribuição será estendida para outros distritos também devastados pela seca cíclica. 

Com efeito, depois de Macossa, seguir-se-ão os distritos de Machaze, Tambara e Guro, onde algumas famílias atravessam igualmente momentos difíceis devido a falta de chuva. 

Recentemente, o governo de Manica aprovou o plano de contingência para apoiar famílias que perderam suas culturas na presente campanha agrícola por causa da queda irregular da chuva.

O referido plano será executado em sete distritos beneficiando 3.600 famílias com problemas de insegurança alimentar.

 

 

 

 

 

 

Fornecido por: Rm.co.mz 2016 ( STOP )

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus