13
Sáb., Ago.
0 New Articles

Senegal arrecadou primeiro título continental

Taça das Nações Africanas
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

O Senegal venceu o Campeonato Africano das Nações, que decorreu nos Camarões, ao derrotar na final o Egipto por 4-2 na marcação das grandes penalidades, isto após o empate sem golos durante os 90 minutos e o prolongamento.

O Senegal arrecadou pela primeira vez na história o título de campeão africano, vencendo a edição 2022 que decorre em território camaronês.

Sadio Mané começou por falhar uma grande penalidade...

A selecção senegalesa entrou melhor no encontro e beneficiou de uma grande penalidade aos 5 minutos de jogo após uma falta do defesa egípcio Mohamed Abdelmonem sobre o defesa senegalês Saliou Ciss.

No entanto, o avançado do Liverpool, Sadio Mané, falhou a grande penalidade. Uma primeira oportunidade falhada para os senegaleses.

No intervalo o empate sem golos mantinha-se no Estádio de Olembé, em Yaoundé, a capital camaronesa.

... Sadio Mané marcou a grande penalidade decisiva

A segunda parte foi sensivelmente igual à primeira, os senegaleses dominaram, mas não concretizaram, enquanto os egípcios jogavam em contra-ataque e também estiveram perto de abrir o marcador.

O resultado ia permanecer sem golos até ao fim dos 90 minutos e até mesmo dos 120 minutos, após o prolongamento.

Na marcação das grandes penalidades, os senegaleses acabaram por vencer por 4-2 com a grande penalidade decisiva a ser apontada pelo avançado dos ‘Reds’, Sadio Mané.

De notar que o outro avançado do Liverpool, o egípcio Mohamed Salah, não teve a oportunidade de tentar marcar a sua grande penalidade visto que o resultado de 4-2 já definia o vencedor do troféu. Dois jogadores egípcios - Mohamed Abdelmonem e Mohanad Lasheen -, e um senegalês - Bouna Sarr - falharam, o que significou o triunfo do Senegal por 4-2 após a grande penalidade apontada por Sadio Mané.

O Senegal, após ter sido derrotado em duas finais, acabou por vencer o seu primeiro título continental, derrotando o Egipto por 4-2 na marcação das grandes penalidades, isto após o empate sem golos no fim do tempo regulamentar e do prolongamento.

A selecção egípcia do treinador português Carlos Queiroz, que não esteve presente no banco de suplentes visto que foi expulso nas meias-finais, perdeu este título, no entanto continua a ser a nação com o mais número de troféus continentais, sete títulos - 1957, 1959, 1986, 1998, 2006, 2008 e 2010.

 

 

 


Fonte:da Redação e da rfi
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus