Tropas curdas: "Assim como o EI ficou de fora deste cessar-fogo, o PYD e YPG (partido e milícias curdo-sírias) deveriam ficar de fora", disse Erdogan

Ancara - O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, expressou nesta quarta-feira um cauteloso apoio ao cessar-fogo estipulado para a Síria, mas pediu que as milícias curdas sejam incluídas entre os "grupos terroristas" excluídos da medida pactuada entre

Talibã: em 2015, os confrontos militares e os atentados deixaram 3.545 civis mortos e 7.457 feridos

Os talibãs não estão cientes da convocação lançada por Cabul para retomar o diálogo direto e colocar fim ao conflito, afirmou seu porta-voz nesta quarta-feira, um dia após uma reunião internacional destinada a relançar o processo de paz.

Palestinos carregam corpo de criança morta pelo exército de Israel: ministro justifica que "muitos deles santificam a morte"

O ministro israelense da Defesa disse que o luto dos judeus é diferente do vivido pelos palestinos, porque "muitos deles santificam a morte", abrindo um debate sobre este assunto, em meio a uma onda de violência que deixou 200 mortos em ambos os lados.

Aedes aegypti: homem infectado relatou ter sido picado por mosquitos em viagem

Pequim - As autoridades de saúde da China confirmaram o terceiro caso de zika no país e novamente contraído no exterior.

Polícia israelense: desde o outubro do ano passado, Israel e Palestina vivem uma onda de violência na qual 181 palestinos morreram

Jerusalém - Israel deteve em 2015, aproximadamente, 3.100 palestinos suspeitos de envolvimento em atividades terroristas e inibiu 208 ataques, 12 deles suicidas, de acordo com dados dos serviços de segurança israelenses divulgadas nesta quarta-feira pelo

Exército: a ordem para iniciar a última fase da operação ocorre um dia depois que 15 insurgentes morreram em bombardeios militares

Islamabad - O chefe do Exército do Paquistão, o general Raheel Sharif, ordenou nesta quarta-feira o começo do que denominou última fase da operação militar na zona tribal do Waziristão do Norte, na qual, segundo as autoridades, morreram 3,5 mil supostos

Confrontos: os soldados entraram em confronto com os jovens que atiraram pedras e garrafas

Centenas de jovens palestinos enfrentaram nesta segunda-feira com pedras soldados israelenses que invadiram o campo de refugiados de Al-Amari, em Ramallah, na Cisjordânia ocupada.

Mais artigos...