“99% do elenco quer que Hiddink fique”, garante volante do Chelsea

Mikel valorizou também a mudança no ambiente depois da troca de Jose Mourinho pelo atual treinador

Inglês
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Apesar de Guus Hiddink já ter afirmado que não continuará no Chelsea na próxima temporada, o elenco dos Blues adoraria que o holandês permanecesse no comando da equipe. Pelo menos, é o que garante o volante nigeriano John Obi Mikel.

 

“Se perguntar para os atletas, tenho certeza que 98% ou 99% do elenco quer que Hiddink continue no comando. Nós estamos muito felizes, estamos jogando bem e queremos continuar assim”, explicou o jogador, que depois da chegada de Guus  voltou a atuar com frequência, chegando a ser titular em sete partidas consecutivas do Campeonato Inglês. “Definitivamente, eu quero que ele fique”, enfatizou o camisa 12.

Mikel valorizou também a mudança no ambiente depois da troca de Jose Mourinho pelo atual treinador. “Quando chegamos para o treino, ele não quer saber de nossos problemas fora do campo, ele fica na dele e nos deixa confortáveis em campo”, ressaltou o volante, que completou: “Quando entramos em campo, sabemos o que ele quer”.

 

O próprio Guus Hiddink já afirmou que não seguirá no Chelsea na temporada 2016/2017. Com isso, as especulações sobre quem será o próximo comandante dos Blues seguem intensas. A princípio, os principais candidatos são o italiano Massimiliano Allegri, da Juventus, o argentino Diego Simeone, atualmente no Atlético de Madrid, e o desempregado Jorge Sampaoli, que deixou a seleção chilena no início do ano.

 

 

 

Fornecido por: Gazeta Press 2016 ( STOP )