07
Qui., Jul.
0 New Articles

Truth Social já conta com 500 mil utilizadores, mas não é livre como afirma ser

Apps
Tools
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

Foi há dois dias atrás o lançamento da “esperada” rede social por parte do anterior presidente dos EUA, Donald Trump. Resumindo, após diversas fake news que o antigo presidente publicou nas redes sociais, algumas remoções de conteúdos e, finalmente, suspensão total de redes sociais como o Facebook ou o Twitter, Trump anunciou que iria criar a sua própria rede social, livre das influências e limitações das grandes tecnológicas.

A Truth Social foi lançada após, anteriormente, Donald Trump ter lançado uma plataforma de comunicação para que ele pudesse divulgar informação e opinião, mas não funcionou como pretendia e acabou por voltar-se mesmo para a criação de uma rede social. Os primeiros dias têm sido complicados, mas pior que isso parece ser que a “liberdade de expressão” que a rede social queria permitir, não é nada assim.



Foi no passado dia 21 de fevereiro que a Truth Social ficou disponível no mercado, sendo que a procura foi tanta que rapidamente foram verificados problemas, desde o serviço estar em baixo até os utilizadores nõa conseguirem efetuar o registo para terem a sua conta. Mas as coisas continuam mal na Truth Social.

A Truth Social, que podemos traduzir livremente como rede social da verdade, tem como bandeira a liberdade de expressão, dando a entender que pretende permitir que os utilizadores possam dizer o que querem sem as limitações impostas pelas grandes tecnológicas, como é o caso do Twitter e do Facebook. No entanto, as coisas parecem não ser bem assim.



Truth Social não é assim “livre”

Segundo alguns utilizadores, os moderadores da rede social estão a suspender contas ou a rejeitar conteúdo de forma mais veemente do que nas próprias redes sociais. Por exemplo, segundo o Mashable, Matt Ortega foi rejeitado na Truth Social com o username @DevineNunesCow, o CEO da Truth Socail, que, por exemplo, está presente no Twitter.

Os utilizadores do Truth Social podem ser suspensos ou removidos completamente da plataforma por publicarem conteúdo que os moderadores considerem falso, difamatório ou enganoso. Embora o Twitter tenha tido amplas proibições no passado sobre o Covid-19 e a desinformação eleitoral, ele permite regularmente que outros tipos de desinformação passem. Os utilizadores do Truth Social também podem ser banidos por postarem conteúdo que os moderadores considerem “caluniosos ou censuráveis”. O Twitter tende a ser seletivo na forma como lida com disputas entre utilizadores, a menos que envolva campanhas direcionadas de assédio.

Ora, esta situação não deixa de ser irónica, quando Donald Trump que afirmava que a rede social seria focada liberdade de expressão, seja mais restrita do que o Twitter, por exemplo, onde o ex-presidente acabou expulso, mas após publicar diversas vezes informação falsa.

A Truth Social está disponível apenas para iOS, sendo que não há estimativa para quando é que estará disponível para o sistema operativo Android.

 

 

 

Fonte:da Redação e da maistecnologia
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus