Windows NT comemora 25 anos; relembre um pouco de sua trajetória

Windows NT comemora 25 anos; relembre um pouco de sua trajetória

Software
Tools
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Esta segunda-feira (30) marca um acontecimento importante para a história dos computadores com o aniversário do Windows NT. O sistema operacional baseado em kernel foi inaugurado em 30 de julho de 1993 e trazia consigo o advento da era 32 bits,

inovando a indústria – ao passo que a maioria dos PCs na época ainda estavam executando MS-DOS.
O NT foi planejado originalmente como um sucessor para o OS/2 da IBM ainda antes da parceria entre as duas empresas ter fracassado, e era um sistema bastante exigente para a época, necessitando de hardware robusto para a sua execução. Nada menos do que um processador de classe 386 e pelo menos 16 MB de RAM. Caso contrário, a experiência seria bem aquém do esperado.
O desenvolvimento do projeto foi liderado por Dave Cutler, da DEC, que se juntou à Microsoft cinco anos antes visando tornar o sistema operacional portátil com a ajuda de uma base de código comum e uma Camada de Abstração de Hardware para fazer todo o material de baixo nível. O atual Windows 10 para máquinas ARM deve um pouco ao Windows NT 3.1 por sinal.
Pois mesmo não tendo sido tão bem-sucedido quanto o MS-DOS, o Windows NT 3.1 (Server e Workstation) forneceu uma base sólida para a marca, traçando um legado a partir de sua construção. Demorou um pouco até que os fornecedores de aplicativos migrassem seus produtos para o novo sistema operacional, então a Microsoft precisou oferecer uma retrocompatibilidade intitulada NT Virtual DOS Machine (NTVDM).
O subsistema NTVDM (também conhecido como Windows no Windows ou WOW) permitia que aplicativos antigos fossem executados como se estivessem em um computador DOS, mas não era possível acessar áreas da memória que eram protegidas. Na teoria, ele funcionaria de forma independente e rodaria os softwares sem maiores restrições, mas na prática não foi bem assim já que um bom número de apps não funcionava porque o NT bloqueava o acesso ao hardware.
O sistema continuou a ser aprimorado e em 1996 saiu o NT 4, antes de ser totalmente reformulado alguns anos depois, culminando no Windows XP em 2001. O NT originalmente lançado há 25 anos tinha como objetivo romper com o passado e abandonar a compatibilidade retroativa, para modernizar o segmento e alavancar os sistemas operacionais.

Fonte:da Redação e Por msn
Reditado para:Noticias do Stop 2018
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão