26
Qui., maio
0 New Articles

"FDS DEVEM PREVENIR AMEAÇAS À SOBERANIA DO ESTADO" -PR

"FDS DEVEM PREVENIR AMEAÇAS À SOBERANIA DO ESTADO" -PR

Nacional
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

O Presidente da República, Filipe Nyusi, exortou esta segunda-feira a nova liderança das Forças de Defesa e Segurança, FDS, a prevenir situações que podem colocar em perigo a soberania do Estado moçambicano.


Nyusi falava na cerimónia em que conferiu posse ao novo Director-Geral do Serviço de Informações e Segurança do Estado, SISE, Júlio dos Santos Jane; ao novo Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, FADM, Lázaro Lopes Menete; e ao Comandante e Vice-Comandante-Geral da Polícia da República de Moçambique, PRM, Bernardino Rafael e Timóteo Bernardo, respectivamente.
O Chefe do Estado disse que a medida visa garantir a protecção da soberania do país e criar condições adequadas para que os cidadãos cumpram com os seus direitos.
“Essas orientações devem também ser observadas pelo novo Director-Geral do SISE e da sua equipa de trabalho”, destacou Nyusi
Segundo o Presidente, os novos quadros das FDS assumem as suas funções num momento em que “enfrentamos novos fenómenos que, pela sua peculiaridade, podem afectar a nossa segurança e, consequentemente, a nossa soberania”.
Referiu que a tarefa fundamental do SISE consiste na recolha, sistematização e produção de informações que, pela sua natureza, constituem ameaça de crime que possam pôr em causa o Estado de direito democrático constitucionalmente consagrado.
“Contudo, é importante que este trabalho seja realizado em tempo útil para evitar que o que hoje é uma ameaça amanhã se torne num facto consumado com percussões graves para a segurança do Estado”, disse Nyusi, que é Comandante-Chefe das Forças de Defesa e Segurança.
Dirigindo-se as chefias das FDS, o Estadista moçambicano disse que tomam posse num momento em que o país, a região e o mundo enfrentam grandes desafios em relação a paz.
“Num contexto como este, se exige uma visão consentânea dos diferentes domínios. Optem por uma nova postura que dê antevisão dos fenómenos que pode potenciar sucessos nas suas atitudes futuras”, instou.
Nyusi disse ser urgente prever o rumo que as potenciais ameaças podem tomar em diferentes momentos.
“O critério para vossa escolha foi reconhecimento da vossa competência. Acreditamos que continuarão leais aos interesses supremos dos interesses moçambicanos”, disse o Presidente da República.
O novo Director-Geral do SISE prometeu primeiro conhecer a instituição para, posteriormente, decidir quais são as prioridades para o seu mandato.
“Primeiro irei ver quais são os projectos que existem lá. Depois disto, irei avaliar que projecto colocar em prática primeiro”, disse Júlio dos Santos Jane, que antes da sua nomeação era Comandante-Geral da PRM.

 

Fonte:da Redação e Por RM
Reditado para:Noticias do Stop 2017

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews