17
Qua., Ago.
0 New Articles

“Perda de potência pode estar na origem da queda da avioneta”- Comandante da FAM

O acidente aéreo ocorrido, esta terça-feira, na cidade de Maputo, tendo feito dois óbitos, pode ter sido causado por perda de potência da avioneta.

Trata-se de uma aeronave de instrução das Forças Armadas de Defesa de Moçambique que caiu sobre uma residência no bairro do Aeroporto durante um processo de treinamento.

Stopmznews

Mais de 1.500 famílias residem em zonas de risco na Matola

Mais de mil e quinhentas famílias residem em zonas de risco e propensas a inundações no município da Matola, província de Maputo.

Trata-se de famílias que construíram as suas habitações em onze bairros da capital da província de Maputo, algumas das quais em bacias de retenção de águas pluviais.

Stopmznews

Taca dos Campeões da Região em Voleibol

Foi adiado, de Sexta para Domingo próximo, o arranque da taça dos clubes campeões de voleibol de África, da zona VI, a decorrer na cidade de Maputo.

Em femininos, a prova contará com a participação de nove equipas, enquanto em masculino serão doze formações, em representação de sete países da África Austral.

Stopmznews

Filipe Nyusi dirige encerramento do 9º Curso de Sargentos, em Boane

O Presidente da República, Filipe Nyusi, dirige hoje, na Escola de Sargentos das Forças Armadas “General do Exército Alberto Chipande, no distrito de Boane, província de Maputo, a cerimónia de Encerramento do 9º Curso de Formação de Sargentos, refere

Stopmznews

Queda de aeronave em Maputo: Duas pessoas morrem carbonizadas

Duas pessoas morreram carbonizadas após a queda de uma aeronave de instrução das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, nas imediações do Aeroporto Internacional de Maputo.

Trata-se de Major Samuel Firmino e Sargento Edy Eduardo, instrutor e instruendo, respectivamente, que estavam a realizar treinos, quando a aeronave caiu sobre uma residência no bairro do aeroporto.

Stopmznews

Associação pede revogação do aumento da tarifa dos transportes

Em Moçambique entrou em vigor ontem, (02.01), o aumento da tarifa dos transportes semi-coletivos, vulgo "chapa 100". A "Associação Rede dos Direitos Humanos" afirma que o Governo deve revogar imediatamente a decisão.
A decisão do aumento da tarifa dos transportes semi-coletivos, vulgo "chapa 100", tomada pela Assembleia Municipal da cidade de Maputo, tem um impacto negativo sobre os cidadãos mais desfavorecidos e residentes em zonas mais afastadas da capital, e está a gerar críticas e protestos no seio da sociedade civil moçambicana.

Stopmznews
Stopmznews

Mais artigos...