09
Ter., Ago.
0 New Articles

EM MENOS DE UM MÊS, TUBARÃO MATA MAIS 1 PESSOA

INHAMBANE: EM MENOS DE UM MÊS, TUBARÃO MATA MAIS 1 PESSOA

Inhambane
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

A vítima, é um jovem de vinte e sete anos, atacado na zona de Macuamene, município da Maxixe quando se encontrava a pescar na companhia do seu pai.

José Alfredo testemunha e pai do pescador conta que o tubarão arrancou um dos membros inferiores da vítima que não resistiu, tendo pedido a vida no local.

“Estávamos a pescar, de repente ouvi um grito. Quando me aproximei no local, o meu filho caiu na água e já não tinha um dos membros, os dedos da mão direita estavam decepados. Puxei pelo braço e já tinha perdido a vida”, disse chocado, o pai do pescador. 

O finado deixa viúva e um bebé de três meses.

Alguns pescadores chocados, ouvidos na casa do finado pela Rádio Moçambique, admitem ser arriscado ir á pesca devido ás incursões dos tubarões mas sublinham que não vão abandonar a actividade, pois é dela que garantem o sustento. Para eles, a solução passa por caçar e matar o tubarão, opinião não partilhada pelo patrão–mor, na administração marítima, António Nhanala. Nhanala apela para o reforço das medidas de prevenção face aos frequentes ataques dos tubarões, porquanto matar o animal está fora da questão, por se tratar de uma espécie protegida. 

“Qualquer que se fizer ao mar, deve evitar ir a acima da medida da água no joelho” disse o patrão–mor, na administração marítima, António Nhanala.

Este é o terceiro ataque letal de tubarão em menos de três meses na baía de Inhambane. 

 

 

 

 

Fonte:RM

Reditado para:Noticias Stop 2016

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus