19
Sex., Ago.
0 New Articles

Na fase da ajuda humanitária ou em terreno de estabilização?

O al-shabab perdeu grande capacidade de recrutamento, que hoje é feito compulsivamente, e assiste-se à deserção dos jovens, constata o OMR. Mas a ONG pede reformas, menos palavras e mais ações para a inclusão dos jovens.
"Ingredientes para uma revolta de jovens - pobreza, sociedade de consumo e expetativas frustradas" é o título do mais recente relatório do Observatório do Meio Rural (OMR), em Moçambique.

Idosos afetados por não conseguirem fugir de combates

As pessoas idosas no norte de Moçambique foram "particularmente afetadas" quando não conseguiram fugir de combates entre grupos insurgentes e as forças governamentais entre 2020 e 2021, revela um novo relatório da HRW.

"Mulheres e homens mais velhos foram particularmente afetados" em 2020-2021 "quando não conseguiram fugir dos combates entre um grupo armado islâmico e as forças governamentais, tendo alguns sido queimados até à morte nas suas

UE quer maior cooperação com o Ruanda

A União Europeia (UE) quer aumentar a cooperação com o Ruanda nas áreas de segurança e defesa. Missão de treino militar em Moçambique também promete verificar respeito pelos direitos humanos no terreno.
"A União Europeia pretende intensificar a cooperação com o Ruanda, em particular nas áreas de segurança e defesa", referiu um porta-voz da UE, em resposta à Lusa. Questionado sobre se tal não contradiz críticas da UE acerca de restrições

Ruanda anuncia destruição de esconderijos de terroristas em Moçambique

As forças governamentais de Moçambique e do Ruanda destruíram "novos" esconderijos de terroristas e mataram dois rebeldes, no distrito de Palma, província de Cabo Delgado, anunciou hoje o Ministério da Defesa ruandês.

Numa nota que divulgou no seu portal, aquele ministério avança que os novos abrigos dos terroristas foram desativados em Nhica do Rovuma e em Pundanhar, na zona oeste do distrito.

18 mortes em ataques rebeldes e operações militares

Desde sexta-feira (18.02), 11 pessoas foram mortas por grupos armados em cinco aldeias da província de Cabo Delgado, no norte do país. Ao mesmo tempo, forças militares anunciaram morte de sete insurgentes em Palma.

Grupos armados desconhecidos mataram 11 pessoas durante ataques a cinco aldeias remotas desde sexta-feira em Cabo Delgado, norte de Moçambique, disseram esta terça-feira (22.02) à agência de notícias Lusa fontes locais. Ao mesmo

PR congratula FDS e seus parceiros pela melhoria da situação de segurança em Cabo Delgado

O Presidente da República e Comandante-Chefe das Forças de Defesa e Segurança, Filipe Nyusi, congratula as Forças de Defesa e Segurança (FDS) e seus parceiros pela melhoria assinalável da situação de segurança, tranquilidade e ordem públicas na província de Cabo Delgado.

Governo e parceiros procuram soluções para problema de água em Mueda

O Governo e parceiro de cooperação buscam soluções para o problema de água potável no distrito de Mueda, na província de Cabo Delgado.

Para o efeito, a Moçambique e Índia assinaram, esta segunda-feira em Maputo, um memorando para a Implementação do Projecto de Abastecimento de Água Potável em Cabo Delgado.

Mais artigos...