07
Qui., Jul.
0 New Articles

Cerca de 300 funcionários regressaram a Muidumbe

Cabo Delgado
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

No norte de Moçambique, pelo menos 300 funcionários públicos já regressaram ao distrito de Muidumbe, um dos que foram severamente afectados por ataques terroristas. No entanto, os trabalhadores denunciam que falta tudo para que possam prestar serviços aos utentes dos vários serviços nos sectores da saúde, educação e na administração pública.


O avanço das tropas moçambicanas, do Ruanda e da SADC na frente de combate tem estado a permitir o regresso de funcionários de vários serviços ao distrito de Muidumbe, na província de Cabo Delgado, no extremo norte de Moçambique. Para já, regressaram 300 funcionários de vários serviços

Argentino Paulo, que faz parte do grupo e está afecto ao sector da educação, explica que "é um desafio": "Mas como estamos aqui para servir o nosso estado moçambicano, então nós oferecemos, sacrificamos. Estamos aqui também para tentarmos incentivar a população."

O secretário de Estado de Cabo Delgado, António Supeia, visitou o edifício onde funciona a sede do distrito de Muidumbe : "Nós temos a população a regressar e a população é a nossa razão de existência, razão pela qual estamos a dizer que devemos ser os primeiros a criar as condições para prestarmos serviço à população."

O governo garante que vai criar condições para o regresso seguro da população às suas zonas de origem.

 

 

 

 

 

 


Fonte:da Redação e da rfi
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus