26
Qui., maio
0 New Articles

Polícia investiga jovem que matou estudante em Heidelberg

Na Alemanha, a polícia está a investigar o ataque de um jovem armado na Universidade de Heidelberg. Imediatamente antes do crime o suspeito de 18 anos terá enviado uma mensagem ao seu pai na qual escrevia que "as pessoas têm de ser punidas". Uma informação avançada por fonte da polícia de Mannheim.

Ataque na Universidade de Heidelberg provoca pelo menos duas mortes

O ataque de um homem armado na Universidade de Heidelberg, na Alemanha, provocou pelo menos duas mortes e três feridos. Segundo a agência de notícias alemã, o ataque foi levado a cabo por um estudante, que trazia várias armas de fogo numa mochila e irrompeu num anfiteatro onde decorria uma aula na faculdade de medicina, disparando indiscriminadamente sobre os presentes.

Norueguês que matou 77 pessoas em 2011 pede liberdade condicional

Entrou no tribunal e cumprimentou os presentes com uma saudação nazi. Anders Breivik, o norueguês que matou 77 pessoas em ataques na Noruega em 2011, pediu ao juiz liberdade condicional.

"Como em qualquer outro Estado de direito, um condenado tem o direito de requerer a liberdade condicional e Breivik decidiu fazer uso desse direito", disse o seu advogado, Øystein Storrvik, à France-Presse (AFP), antes da audiência que

Downing Street pede desculpa à rainha Isabel II

O N° 10 de Downing Street pede desculpa à rainha após a revelações de que terá havido outras festas durante o período em que os ingleses não se podiam reunir.

Segundo o jornal The Telegraph houve duas festas de despedida de dois funcionários, em abril de 2021, na noite anterior ao funeral do príncipe Filipe.

Portugueses com Covid-19 podem votar

A Direção-Geral da Saúde de Portugal dá o aval à iniciativa do Governo permitindo que os eleitores infetados com a Covid-19, com ou sem sintomas, e os contactos de risco possam sair para votar nas legislativas, no dia 30 de janeiro.

De acordo com o parecer da DGS, estas pessoas estão abrangidas pela "possibilidade excecional" de se deslocarem às mesas de voto.

Português Horta Osório substitído na presidência do Credit Suisse após criar problemas

O português António Horta Osório demitiu-se da presidência do Credit Suisse assumindo ter "criado problemas ao banco" e "comprometido" a respetiva capacidade de "representar o banco interna e externamente".

A saída do banqueiro acontece cerca de nove meses após ter assumido o lugar e foi anunciada esta segunda-feira pelo banco sediado em Zurique e terá por base o repetido incumprimento pelo português das regras sanitárias de isolamento

A luta contra a covid e a proteção da economia

O Reino Unido registou esta quarta-feira 398 mortes por covid-19. É o número mais mais alto desde o dia 24 de fevereiro. À semelhança do que acontece em muitos países da Europa, o número de novas infeções diárias não dá sinais de abrandamento entre os britânicos.

Mais artigos...