Pianista quebra recorde e faz 'concerto' a 4.460 m

Até a data, ninguém havia tocado um piano nesta altura; feito foi realizado na geleira Colle Gnifetti, no monte Rosa, em Aosta, na Itália

Europe
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

A pianista e alpinista Elisa Tomellini uniu suas duas paixões: piano e montanhas ao fazer "um concerto" na geleira Colle Gnifetti, no monte Rosa, em Aosta, na Itália. O feito foi realizado a 4.460 metros de altitude, o mais alto já registrado, neste sábado.


Apesar do frio na hora de tocar, Tomellini revelou que superou a baixa temperatura. "Estava com muito frio nas mãos, eu tentava não pensar nisso e movia meus braços. O piano estava um picolé. Mas consegui me inspirar e me mover. Estou certa que não vou dizer mais que meu quarto é pouco quente", comentou a pianista.
Para conseguir o recorde, Tomellini precisou superar dois obstáculos: o de subir a pé os 4.460 metros e levar de helicóptero o piano até o lugar exato do concerto. Até a data, ninguém havia tocado um piano nesta altura.
Segundo o jornal The Guardian, Tomellini é considerada uma das mais brilhantes pianistas desta geração.

 

 

 

 

 

 

Fonte:da Redação e Por Ansa
Reditado para:Noticias do Stop 2017
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP