15
Qui., Nov.
17 New Articles

SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA DA FRELIMO É DESAFIANTE: FILIPE NYUSI

SUSTENTABILIDADE FINANCEIRA DA FRELIMO É DESAFIANTE: FILIPE NYUSI

Partidos
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

O Presidente da Frelimo, Filipe Nyusi, diz ser imperioso que os membros do partido reflictam com profundidade mecanismos para a mobilização de recursos financeiros a altura das necessidades daquela formação política.


Discursando esta sexta-feira, na cidade da Matola, na abertura da segunda sessão ordinária do Comité Central da Frelimo, Nyusi disse ser desafiante o actual momento vivido pelo partido no tocante a sua sustentabilidade.
“É imperioso que nesta sessão reflictamos profundamente e com números sobre os mecanismos que devemos adoptar na mobilização de recursos na dimensão dos desafios que temos pela frente”, afirmou.
Sem mencionar os desafios, Nyusi sublinhou que é importante que os membros da Frelimo empenhem-se arduamente na busca de financiamentos e sua gestão transparente.
“É extremamente importante que como membros deste órgão nos empenhemos arduamente na busca de soluções de financiamento das nossas actividades, assegurando a racionalização e transparência na sua gestão”, sustentou.
Sobre os demais temas que corporizam a agenda da sessão, Nyusi apelou para uma total abertura nos debates, investindo tempo em questões cruciais na vida do partido e do povo moçambicano, no geral, e não em questões marginais que só interessam determinados grupos de indivíduos.
Segundo Nyusi, já é chegado o momento da Frelimo dedicar mais tempo para se revelar “grande e formar - se como partido moderno e não absolutista”.
“O povo merece ser bem liderado e quem pode fazer isso com responsabilidade é seguramente a Frelimo”, ressaltou Nyusi.
Além dos membros do CC, 193 membros efectivos e 18 suplentes, participam na sessão, de três dias, os dois presidentes honorários do partido, nomeadamente Joaquim Chissano e Armando Guebuza, antigos membros do bureau político, da Comissão Política, fundadores da Frelimo, generais na reserva membros do partido, entre outros.

 


Fonte:da Redação e Por RM
Reditado para:Noticias do Stop 2018