20
Sáb., Jul.
0 New Articles

Sissoco está em Maputo e não se espera "grande impacto"

Política
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

O Presidente da Guiné-Bissau está em Maputo para reforçar os laços de cooperação com Moçambique. Um ponto alto da visita deverá ser a entrega da chave da cidade a Sissoco, algo que está a gerar polémica.


Umaro Sissoco Embaló diz que a Guiné-Bissau e Moçambique querem dar um novo impulso a um legado histórico de amizade.

Os chefes de Estado dos dois países assinaram hoje instrumentos de cooperação e falaram sobre vários temas, desde o combate à Covid-19 ao funcionamento dos "órgãos Executivo, Legislativo e Judicial", adiantou o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi.

Sissoco Embaló expressou, por sua vez, "ao senhor Presidente Nyusi, em novo do povo da Guiné-Bissau, toda a solidariedade com o povo irmão de Moçambique na sua luta contra o terrorismo".

Esta quinta-feira (20.06), Sissoco Embaló deverá receber a chave da cidade de Maputo. A oposição disse que vai boicotar a cerimónia, em protesto. Em entrevista à DW, Wilker Dias, analista político moçambicano, concorda que Sissoco não merece esta distinção.

DW África: O que se espera desta visita de Sissoco Embaló a Moçambique?

Wilker Dias (WD): Não há grande perspetiva de avanços no que diz respeito a interesses [como acontece em visitas] de dirigentes de outros países.

DW África: Acha que a oposição moçambicana tem razão quando diz que Sissoco Embaló não merece receber a chave da cidade de Maputo por ser muito contestado pelos partidos da oposição da Guiné-Bissau?

WD: Sim, eu acredito que, para a atribuição de chaves de cidades, principalmente no caso concreto da capital do país, são necessários alguns critérios e pressupostos. Na minha óptica, não será de bom tom atribuir a chave a Sissoco, não só por razões democráticas e pelas perseguições que tem perpetrado contra a sociedade civil e os partidos políticos, mas também por conta do impacto que vem causando não só no seu país, mas também nas relações com Moçambique.

 


Fonte:da Redação e da DW
Reeditado para:Noticias do Stop 2024
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews