05
Ter., Jul.
0 New Articles

Ricciardo valoriza aprendizado com a má fase da Red Bull em 2015

Fórmula 1
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

Primeiro pódio da Red Bull veio no Grande Prêmio da Hungria, na 10ª etapa da temporada, em que o russo Daniil Kvyat ficou em segundo

 

A Red Bull teve um desempenho abaixo do esperado em 2015. Foram apenas três pódios — e nenhuma vitória — na temporada, resultados que deixaram a equipe em quarto lugar no Mundial de Construtores, atrás de Mercedes, Ferrari e Williams. O piloto Daniel Ricciardo admitiu que a má fase foi um verdadeiro “choque de realidade”, mas a escuderia sediada em Milton Keynes não se deixou abalar e continuou trabalhando duro atrás de evolução.

“Os seis primeiros meses foram um choque de realidade para todos nós. Tínhamos que encontrar uma alternativa, continuar trabalhando duro. Mas tivemos uma boa reviravolta. Foi bom eu passar por isso como piloto e experimentar um pouco mais dos pontos baixos, depois de tantos altos”, avaliou o australiano em entrevista ao Motorsport.

O primeiro pódio da Red Bull veio no Grande Prêmio da Hungria, na 10ª etapa da temporada, em que o russo Daniil Kvyat ficou em segundo, seguido por Ricciardo. O australiano ainda faturou novo segundo lugar em Cingapura, três provas depois, mas as comemorações com champanhe pararam por aí. Na estreia em Melbourne, Kvyat teve problemas no carro e sequer largou. A média de posição dos dois titulares nas nove etapas anteriores a Budapeste foram um modesto oitavo lugar, levando em conta que Kvyat abandonou na China, e Ricciardo, na Grã-Bretanha.

“Isso poderia ter nos puxado para baixo, mas a partir do meio da temporada, o carro ganhou vida. Foi impressionante como todos nós ficamos mais juntos. Acredito que isso nos fez mais fortes, e acho que quando tivermos o equipamento novamente — o pacote completo — vamos voltar mais fortes do que nunca”, projetou.

A aposta da Red Bull para o próximo ano é a chegada do especialista em motores Mario Illien. Ricciardo, contudo, acredita que levará um pouco mais de tempo até que a equipe austríaca volte a competir por pódios e títulos.

“Devemos estar um pouco melhores. Sendo realista, acho que teremos que esperar até 2017 para chegar nas Mercedes, mas nunca se sabe. Você nunca sabe o que pode acontecer. Neste ano quase conseguimos vencer uma ou duas vezes. Ainda podem haver melhorias. Da maneira que a equipe se comportou em um curto espaço de tempo, na pré-temporada poderemos dar bons passos”, completou.

 

 

Fornecido por: 2015 foxsports.( STOP)

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews