06
Qua., Jul.
0 New Articles

Egito de Salah e Senegal de Mané prontos para a final da Copa das Nações

Taça das Nações Africanas
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

Recorde sete vezes campeão Egito e um lado do Senegal que nunca levantou o troféu em confronto na final da Copa das Nações Africanas em Yaoundé no domingo, quando os colegas superstars do clube Mohamed Salah e Sadio Mané se enfrentam.
A partida começa às 21h CAT no Estádio Olembe, na capital de Camarões, palco do trágico esmagamento de 24 de janeiro que causou oito mortes e marcou o torneio.

Apesar de todos os problemas, esta Copa das Nações produziu um confronto de pesos pesados ​​para decidir quem leva o título, com Salah e Egito chegando à final ao encerrar o sonho da nação anfitriã.

Eles derrotaram Camarões nos pênaltis nas semifinais para permanecer no caminho para o primeiro título da Copa das Nações desde que conquistou seu terceiro consecutivo em 2010.

Tendo feito sua estreia internacional um ano depois, Salah, de 29 anos, nunca venceu a Copa das Nações, mas junto com o meio-campista do Arsenal, Mohamed Elneny, é um dos poucos sobreviventes do time dos Faraós derrotados na final de 2017 por Camarões.

"Ganhei a Liga dos Campeões, o que foi uma grande sensação, e ganhei a Premier League depois de 30 anos com meu clube. Ganhei na Suíça, ganhei em todos os lugares, e também quero ter a sensação de ganhar meu primeiro troféu com meu país. ", disse ele em entrevista coletiva no sábado.

O Senegal pode liderar o caminho para a África no ranking da Fifa, mas há pressão sobre eles para finalmente conquistar a primeira coroa da Copa das Nações, dois anos e meio depois de perder a final para a Argélia no Cairo.

Os Leões de Teranga - que também jogarão contra o Egito em um decisivo playoff de qualificação para a Copa do Mundo em março - perderam a final de 2002 nos pênaltis para Camarões, quando seu atual técnico Aliou Cisse era o capitão da equipe.

"Tudo isso ficou no passado", disse Cisse, que também estava no comando em 2019.

"Temos um elenco diferente que é ainda melhor que 2002 e melhor que 2019.

"Vamos tentar garantir que não cometamos os mesmos erros que nestas finais e estamos muito entusiasmados por ter a oportunidade de deixar o passado para trás".

'DOIS GRANDES JOGADORES'

Mané ajudou a arrastar o Senegal para a segunda final consecutiva, marcando três vezes, incluindo uma nas semifinais, quando também marcou um gol na derrota por 3 a 1 sobre Burkina Faso.

No entanto, Cisse tem um elenco cheio de estrelas com base nos principais clubes da Europa e ele sugeriu que muita ênfase estava sendo colocada em Mané e Salah.

"Eles são dois grandes jogadores africanos, então é claro que haverá comparação entre eles", disse ele.

"Tentamos construir uma equipe em torno de nossos melhores jogadores e Sadio Mané é um deles.

"Precisamos encontrar uma maneira de tirar o melhor dele e também tentar diminuir a margem de manobra de Salah, embora o mais importante não seja necessariamente que Sadio brilhe, mas que toda a equipe brilhe".

QUEIROZ SUSPENSO

O Egito de Carlos Queiroz deve lutar contra o cansaço acumulado depois de ir para a prorrogação nas três eliminatórias até agora, e duas vezes precisando de pênaltis.

É por isso que um membro de sua comissão técnica sugeriu descaradamente que a final deveria ser adiada para segunda-feira, embora Salah tenha insistido que a adrenalina fará sua equipe passar pela ocasião.

"É uma final. Ninguém vai pensar em estar cansado", disse.

"Se pensarmos em estar cansados, lembraremos das pessoas no Egito e pensaremos em fazê-las felizes."

O Egipto não poderá contar com o veterano treinador português Queiroz na linha lateral, uma vez que está banido depois de ter sido expulso na semifinal. O lateral-direito Omar Kamal também está suspenso.

A final contará com a presença do presidente de Camarões, Paul Biya, que completa 89 anos no final deste mês.

O presidente do Senegal, Macky Sall, também é esperado no jogo, juntamente com o presidente da Fifa, Gianni Infantino, e o chefe da Confederação Africana de Futebol, Patrice Motsepe.

 

 

 


Fonte:da Redação e da supersport
Reeditado para:Noticias do Stop 2022
Outras fontes • AFP, AP, TASS, EBS
Material Informático - www.aplicloja.com
Receba diariamente no Grupo STOPMZNWS poderá ler QRCOD
Link do Grupo WhatsApp - https://chat.whatsapp.com/JUiYE4NxtOz6QUmPDBcBCF
Qual Duvida pode enviar +258 827606348 ou E-mail:Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Em criação o Aplicativo o APP que ira ver notícias diariamente em seu celular Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus