05
Ter., Jul.
0 New Articles

Com Shirlene, Petrúcio e Felipe, Brasil ganha três pratas no atletismo

Petrúcio Ferreira chegou em segundo lugar nos 400m rasos T45/46/47 com uma grande arrancada no fina

Jogos Olímpicos
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

Provas do lançamento de disco feminino F37/38, 400m rasos masculino T45/46/47 e 400m rasos masculino T11 terminaram com bons resultados para o País nos Jogos do Rio,O sábado (17 de setembro) do atletismo brasileiro foi marcado pelas medalhas

de prata. Os atletas da equipe do Brasil conquistaram três segundos lugares em três provas diferentes, com Shirlene Coelho no lançamento de disco feminino F37/38, com Petrúcio Ferreira nos 400m rasos masculino T45/46/47 e com Felipe Gomes nos 400m rasos masculino T11.

Porta-bandeira da delegação brasileira na cerimônia de abertura das Paralimpíadas, Shirlene Coelho lançou o disco a 33,91m e só foi superada pela chinesa Na Mi, que alcançou a marca de 37,60m e estabeleceu o novo recorde mundial da modalidade. Esta foi a segunda medalha de Shirlene no Rio de Janeiro, já que a atleta foi ouro no lançamento de dardo.

Nos 400m rasos T45/46/47 masculino, Petrúcio Ferreira deu uma arrancada sensacional nos metros finais e cruzou a linha de chegada em segundo lugar, com o tempo de 48s87. A medalha de ouro ficou com o cubano Ernesto Blanco (28s79) e o bronze com o austríaco Gunther Matzinger (48s95).

A outra prata do atletismo brasileiro ficou o corredor Felipe Gomes nos 400m rasos masculino T11, prova para deficientes visuais. O atleta completou o percurso em 50s38, a melhor marca da carreira. O ouro ficou com o espanhol Gerard Descarrega Puigdevall (50s22) e o bronze com o namibiano Ananias Shikongo (50s63).

 

 

 

 

Fonte:GAZETA PRESS

Reditado para:Noticias Stop 2016

Fotografias:Getty Images / Reuters /EFE

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus