09
Ter., Ago.
0 New Articles

Luandenses mudam hábitos de consumo

Núria Paim, funcionária pública de 32 anos, reside no Rangel, no centro de Luanda, e tem todos os meses uma renda de casa de 68.000 kwanzas para pagar.

Angola
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times
AplicLoja Windows 11 Pro

O aumento generalizado e continuado dos preços dos bens e serviços em Luanda está a levar a população a adotar novos hábitos de consumo, sobretudo comprando menos e gastando quase tudo em alimentação.

Com 6,9 milhões de habitantes, a província de Luanda enfrenta de forma mais acentuada a subida dos preços, que em setembro já chegou aos 40% (inflação a um ano), e o agravamento da crise económica, financeira e cambial resultante da quebra das receitas petrolíferas.

Núria Paim, funcionária pública de 32 anos, reside no Rangel, no centro de Luanda, e tem todos os meses uma renda de casa de 68.000 kwanzas para pagar. Confessou à Lusa que gasta quase todo o restante salário com despesas para alimentação, cujos preços chegam agora ao dobro.

 

 

 

Fonte:Angonoticia

Reditado para:Noticias Stop 201

AplicLoja Microsoft Office 2022 Pro Plus
Stopmznews