Morreu o jornalista Paulo Pinha

Morreu o jornalista Paulo Pinha

Angola
Typography
  • TPL_TYPO_TOOL_SMALLER TPL_TYPO_TOOL_SMALL TPL_TYPO_TOOL_MEDIUM TPL_TYPO_TOOL_BIG TPL_TYPO_TOOL_BIGGER
  • TPL_TYPO_TOOL_DEFAULT TPL_TYPO_TOOL_HELVERICA TPL_TYPO_TOOL_SEGOE TPL_TYPO_TOOL_GEORGIA TPL_TYPO_TOOL_TIMES

Morreu hoje, em Lisboa, vítima de doença, o jornalista angolano Paulo Pinha, profissional da Edições Novembro.De 61 anos, Paulo Pinha é um dos mais antigos profissionais do Jornal de Angola, um dos títulos da Edições Novembro, onde trabalhava como

redactor na secção “Copy Desk”.

Natural de Luanda, o profissional da comunicação social foi director do semanário “Correio da Semana” e comentarista do programa “Manhãs de Desporto”, da emissora Luanda Antena Comercial (LAC), sobre desporto automóvel, com destaque para Fórmula 1.

Colaborou, também, na revista de bordo “Austral”, da TAAG, a transportadora aérea angolana, e foi colaborador de muitas outras publicações.Nesta hora de dor e luto, a direcção da Edições Novembro, em nome dos trabalhadores, inclina-se à memória do ilustre quadro e endereça à família enlutada sentimentos de pesar.

 

Fonte:da Redação e por angonoticias
Reeditado para:Noticias do Stop 2019
Receba diariamente o STOP em seu WhatsApp
Envie um WhatsApp para +258 827606348 para receber notícias diariamente em seu celular
Fotografias:Getty Images/Reuters/EFE/AFP/Estadão

Stopmznews